BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Vida Cristã
VALE A PENA IMITARMOS!
Pastor Fausto
10.10.2018

Afinal, decisão sempre envolve uma realidade futura, e nossa limitação humana nos impede de ver o futuro. Fazemos suposições, imaginamos diferentes cenários, tecemos ideias. Certeza do futuro, impossível.

O que isso tudo tem a ver com o título acima?

Estou pensando em Daniel, Hananias, Misael e Azarias. Ou Beltessazar, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Dá no mesmo.

Os três primeiros capítulos do livro de Daniel nos dão conta dos fatos históricos nos quais esses homens de Deus brilharam intensamente. A começar pela mudança de nome, o que deve ter sido um desafio emocional extraordinário.

Quanto a Daniel (Beltessazar), o texto bíblico nos informa que após narrar e interpretar o sonho que perturbou grandemente o rei Nabucodonozor, este o colocou “num alto cargo e o cobriu de presentes. Ele o designou governante de toda a província da Babilônia e o encarregou de todos os sábios da província” (Daniel 2.48).

Posteriormente, no reinado de Dario, Daniel e alguns leões tiveram de passar uma noite juntos, na mesma cova. Para surpresa e alegria de Dario, Daniel conta ao rei que “o meu Deus enviou o Seu anjo, que fechou a boca dos leões. Eles não me fizeram mal algum, pois fui considerado inocente à vista de Deus” (Daniel 6.16-21).

No que respeita a Hananias (Sadraque), Misael (Mesaque) e Azarias (Abede-Nego), a Palavra de Deus nos informa que o próprio Daniel solicitou a Nabucodonozor, no que este concordou, que os nomeasse administradores da província da Babilônia (Daniel 2.49).

No exercício de suas responsabilidades, os três se confrontaram com a ordem de adorar uma gigantesca imagem de ouro medindo vinte e sete metros de altura e dois metros e setenta centímetros de largura, que o próprio rei Nabucodonozor mandara erigir em sua honra.

Recusando-se a fazê-lo, os três foram vítimas de uma denúncia que lhes custou a sentença de serem colocados numa fornalha ardente, cuja intensidade de calor foi aumentada em sete vezes. Aliás, tão quente estava a fornalha, que os soldados que lançaram os três servos de Deus no fogo acabaram sendo mortos pelas chamas.

Para surpresa do rei Nabucodonozor, um quarto homem parecido com “um filho dos deuses” se junta aos três que, desamarrados e sem dano algum, estavam andando pelo fogo.

Bem, o que Daniel, Hananias, Misael e Azarias nos ensinam, que os torrna dignos de imitação?

a. Obediência a Deus acima de tudo e de todos (Daniel 3.16-18; 6.10. Conferir Atos 5.29).

b. Aceitação dos riscos, independentemente das consequências (Daniel 3.19-23).

c. Contemplação da interferência de Deus (Daniel 3.24 -39 6.21-22).



Deus nos agracie com um abençoado Dia do Senhor!

Um abraço do seu, Pastor Fausto

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2018 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia