BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Família
Uma necessidade básica da criança
Pr. Eli Fernandes de Oliveira
02.06.2005

Uma das coisas mais importantes para o desenvolvimento sadio de uma criança é o amor dos pais um pelo outro. Jhon Drescher escreve no seu livro"Sete Necessidades básicas da Criança" que é falsa a suposição de que o relacionamento pai para filho tem prioridade sobre o relacionamento marido-mulher. O casamento permanente enquanto os filhos estão sob responsabilidade dos pais. Eles se vão ao encontro da vida e o casal continua junto.

O casamento é coisa muito séria; é a união dos sexos, tem também o propósito de trazer ao mundo os filhos. Após instituir o casamento, Deus disse ao primeiro casal: "Crescei e multiplicai-vos e enchei a terra". Salomão escreveu que "as crianças são herança do Senhor".

Elas são o fruto da união conjugal, marca essencial da unidade do homem com a mulher. A criança é ser uno, conquanto trazendo em si os traços do pai e mãe. A chegada do filho aumenta o amor conjugal, porque conduz os cônjuges a ultrapassarem a procura da sua própria satisfação, dirigindo suas vidas rumo à geração de outras. Essa é uma das propriedades do amor:a fecundidade que se constitui na simples aplicação de uma característica da natureza humana. O rei Davi, quando enaltece a onipresença e onipotência do Deus, refere-se à sua origem com muito carinho:"pois tu, Senhor, formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou porque de modo tão admirável maravilhoso me formaste".

Estarrecem-nos as notícias de alguns países do primeiro mundo, onde a média de filhos por casal é de quase zero. São vidas encerradas em si mesmas, que só se ocupam consigo mesma, sem qualquer compromisso para procriação, num comprovado malogro para com o ser humano. O matrimônio traz a beleza do desenvolvimento do homem e da mulher, no ultrapassar de si mesmos, ao se darem a uma obra, a um empreendimento, a que dediquem suas vidas, cujo êxito lhes dê o sentido de seu valor. Com as crianças, o casal constitui-se numa família, onde os pais são autores responsáveis.

O filho deve-lhes a vida, todavia tem direito a que lhe assegurem condições de desenvolvimento saudável, como, por exemplo, o de Jesus que, segundo os evangelhos "crescia" em sabedoria, em estatura e em graça diante de Deus e dos homens". Pais unidos é uma exigência do filho ajustado. Esta é uma das primeiras necessidades dele. A influência do modo homogêneo de vida dos pais proporcionará o ambiente salutar ao seu desenvolvimento. Ambiente assim não é possivel, está provado pelas evidências, sem prescindir de Deus! Sem Ele não haverá amor "porque Deus é amor". Um lar sem amor é o maior desastre que pode atingir os filhos.

Eles hão de ser fruto do amor. Estão nligados ao amor dos pais. Têm necessidades desse amor. Têm direito a que seus pais se amem reciprocamente, de maneira a fazerem desse amor festa da vida comum, no seio da família.

Não basta somente o casamento. Nem basta apenas termos filhos. Tenhamos cuidado, com atitudes que reflitam a antiga tradição, onde a união homem-mulher tinha por fim nada mais que a procriação dos filhos, para a perpetuidade da espécie. Assim escrevia Dr. Grasset:"Como todas as espécies de animais, a família humana tem por razão de ser e por fim principal a procriação". é evidente que a união conjugal seja completação do homem:"Não é bom que o homem esteja só". Que seja também a realização da vida por intermédio do amor (unidades individualmente), "na carna de minha carne e ossos dos meus ossos", onde um se angustia quando da ausência do outro, o que é um dos temas chaves do livro Cantares de salomão. E que seja ter filhos, educando-os acerca da importância desse grande amigo do homem, que é o próprio Deus. "Se o Senhor não edificar a casa, emvão trabalham os que a edificam", diz Salomão, em um Salmo.

Assim será possivel as crianças tornarem-se homens e mulheres em toda a acepção dos termos e, por sua vez, participarem ativa e responsavelmente na continuação de um mundo melhor, mais feliz, porque guiados no amor e supridos em suas necessidades para que toda personalidade tenha desenvolvimento satisfatório, pleno. Por isso mesmo, pais bem ajustados um com o outro é necessidade básica da criança feliz.

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2019 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia