BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Vencendo a Depressão
Parte II
Pastor Eli Fernandes de Oliveira
16.03.2005

Na palavra do Pastor anterior, falamos da proveniência da palavra depressão: do latim, significando “afundamento”, “abatimento”.



Aludimos também à causa dos estados depressivos, dentre outras coisas, na desordem do meio ambiente, no rompimento dos laços afetivos familiares, na melancolia decorrente do afastamento das origens e no desalento nos casos terminais, por exemplo, dos aidéticos. Surgem como sinais: insônia, quebra do humor, angústia, tédio, sentimento de decadência e idéias suicidas.



Nenhuma pessoa está ao abrigo da depressão nervosa. Diretamente, ou através do sofrimento de parentes e amigos, todos estamos cercados por ela. O que nos interessa, agora, é, saber: Pode-se verdadeiramente ser curado de uma depressão?



Certamente que sim. Muitos profissionais trabalham seriamente com esse objetivo.





Um clínico geral pode prestar excelente ajuda ao deprimido. O psiquiatra é especializado para o tratamento das doenças mentais, prescrevendo tranqüilizantes e ouvindo. O psicólogo e o psicanalista procuram socorrer, também ouvindo. Aliás, qualquer um pode prestar ajuda a um depressivo, bastando dar-lhe atenção. Se alguém se suicida durante a depressão, é porque não lhe foi reconhecida a profundidade de seu sofrimento. Schwod assegura que “de certa maneira, o suicídio do deprimido é homicídio coletivo”.



É importante destacar, contudo, o papel conspícuo da assistência espiritual, comprovadamente eficaz. Deus criou o homem. Fê-lo com todas as faculdades que tem hoje. Dr. William Der Torozian, médico ginecologista homeopata, diz: “Quando o corpo sofre, alma se abate, quando a alma sofre, o corpo se deteriora, pela angústia, maus pensamentos e fuga nos vícios. O homem é matéria, precisa de tratamento médico, e o espírito carece de Deus”.



Para a psicóloga Regina Mara Cambetas, “o indivíduo deve contar os recursos da psicologia como ciência, sem jamais, descurar do maior psicólogo que já existiu, Jesus Cristo. Foi Ele quem fez o homem, Ele o conhece e pode perfeitamente cura-lo da depressão”.



É preciso fugir, contudo, de associações com propostas de curas espirituais, propagandeadas por aí, verdadeiro charlatanismo. A terapia espiritual é fundamentada nos ensinos bíblicos. Além do exemplo de Davi, citado anteriormente, podemos mencionar o sucedido a Elias um dos maiores profetas do Antigo Testamento, que em depressão pediu a morte para si, clamando: “Basta, ó Senhor. Toma agora a minha vida”. Deus compadeceu-se dele. aliviando-lhe a dor moral, proporcionando-lhe saúde mental e muitas outras vitórias.



José Luiz Puca, médico psiquiatra, refere que “muitos pacientes vem ao meu consultório, dizendo eu preciso de paz”. A depressão é doença mais freqüente do que se imagina. Temos solução médica para um quadro depressivo, com visível alteração das substâncias fabricadas pelo cérebro no processo de auto destruição. Considero, porém, que todo esse tratamento fica ainda incompleto se o indivíduo não é considerado como um ser plenário (corpo e alma).



A paz interior incessantemente buscada, há de ser encontrada, como alívio espiritual, através de uma experiência de encontro íntimos e profundo com deus, por intermédio de Jesus Cristo. “Deus é o Deus dos médicos”.

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2019 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia