BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Natal
A Noite da Encarnação de Deus
Pr. Eli Fernandes
27.12.2011

Como descrever o que teria sido e o significado daquela noite especial, dentre todas as noites da história humana, em que os anjos cantaram: “trago-vos novas de grande alegria que o será para todo o povo. É que vos nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor”, se palavras são limitadas para expressar a prodigiosa maravilha que veio dos céus? NOSSO DEUS, NA TERRA, NA FORMA DE UM MENINO, NASCIDO DE MULHER! (Gl 4.4). Deus veio como luz perene e não como mero rastro luminoso! Aquele que cumpriria a bênção da reconciliação do homem com o Criador nasceu, atraindo e reconciliando terra e céus! Não há palavras que traduzam o extraordinário milagre da encarnação de Deus no menino Jesus! Então, só podemos afirmar, emocionados e cheios de fé consequente, que essa é a absoluta verdade do que reconhecemos como sendo o “nascimento supremo”! Uma luz natural e espiritual nasceu naquela noite escura, como a maravilhosa Luz que dissipa as trevas da perdição!



O Espírito Santo nos inspirou a falar hoje, ao povo de Deus, como sermão pastoral de Natal, sobre os acontecimentos daquela noite da Encarnação, possivelmente, de frias neblinas, mas que foi palco da cerimônia que fez resplandecer a luz do Deus que cumpre, no Seu kairós, todas as Suas promessas.



Faremos uma espécie de “passo a passo”, tentando relatar as experiências vividas pelos primeiros homens a quem Deus revelou a chegada do “Verbo que se fez carne” – os pastores, únicos seres humanos acordados naquela madrugada, na vigília de suas ovelhas, nos campos de Belém.



Dissertaremos sobre os preparativos, em resposta às profecias; sobre a chegada do menino, num estábulo, porque não havia outro lugar em Belém para hospedar seus pais; sobre a proclamação de um anjo, de que Ele era o Cristo, o Senhor; sobre a aparição repentina, junto ao anjo, de um exército celestial, louvando a Deus; sobre a decisão dos pastores de irem até Belém para ver o que estava acontecendo; sobre o seu testemunho, porque, após verem o menino numa manjedoura, “divulgaram o que lhes fora dito a respeito daquele menino” e, finalmente, sobre o Regozijo, pois “os pastores voltaram glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham visto e ouvido”.



Surpreendente e inenarrável aquela noite da encarnação!



Permita Deus que tenhamos a sabedoria daqueles humildes pastores que, em lugar de racionalismos inconsequentes e avaliações próprias das mentes céticas, simplesmente, disseram: “vamos e vejamos”. Que neste Natal, os incrédulos confirmem a veracidade das Escrituras e, na noite tão escura e sem esperança de suas vidas sem paz e sem sentido, dissolutas, busquem, encontrem e aceitem Jesus, a luz resplandecente que atrai a todos e os leva a Deus, como nos diz Paulo, em II Co 5.18,19: “Deus nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo”.

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2019 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia