BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Jesus
Feitos Filhos (Jo 1.12)
Pastor Eli Fernandes de Oliveira
16.03.2005

O prólogo de João é a demonstração do contraste entre os que rechaçam a Cristo e os que O recebem.



O verso 11 fala dos que não o receberam, “Veio para o que era seu e os seus não o receberam”. Essa é uma referência ao povo de Israel, do qual Jesus; humanamente, descende. O povo judeu foi eleito para dele nascer o Messias.



No Monte Sinai, Deus fala a Moisés e lhe entrega uma mensagem para ser levada ao povo escolhido: “Agora, pois, se atentamente ouvirdes a minha voz e guardares o meu pacto, então sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos, porque minha é toda a terra; e vós sereis para mim reino sacerdotal e nação santa.



São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel”.(Êxodo 19. 5-6). “Porque tu és povo santo ao Senhor teu Deus; o Senhor teu Deus te escolheu, a fim de lhe seres o seu próprio povo, acima de todos os povos que há sobre a terra”.



(Deuteronômio 7.6). Por isso, a afirmação de que Jesus veio para o que era seu e os seus não O receberam.





O verso 12 refere-se aos que O receberam: “Mas a todos quanto O receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus”. Este texto nos garante que, para nos tornarmos filhos de Deus - pois havíamos perdido essa condição pelo afastamento, dependemos de Cristo, isto é, de crer que Ele é o Filho de Deus e o único meio de fazer o homem retornar ao Pai, para readquirir a condição de filho. Nesse caso, tanto judeus, como gregos, e pessoas de todas as outras nações são contemplados com a benção de serem alcançados pelo “poder de tornarem filhos de Deus”.



Receber significa tomar, aceitar, tomar posse. Equivale a crer - “Todo aquele que nele crê será salvo”. (João 3.18).





O verbo crer é mencionado, no evangelho de João, 99 vezes. A ação de crer requer o exercício da inteligência. A fé cristã baseia em simples emoções. É racional. “Amarás o Senhor Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento” (Mateus 22.37). O ato de crer é pessoal. Ninguém pode ter fé por outrem. Pai, mãe, filho, irmão, nenhum familiar pode crer por seu parente. A aceitação de Cristo como Salvador é individual, pessoal. “Todo aquele que nele crer será salvo. Mas, o que não crê será condenado, porque não crê no nome do unigênito Filho de Deus”. (João 3.18). Nome está em lugar da pessoa. “Seu nome” surge exclusivamente. Fora dEle não há salvação! “E em nenhum outro nome há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos”. (Atos 4.12).





É mediante a fé, portanto, que recebamos o poder (direito, autorização, garantia) de nos tornarmos filhos de Deus. De sermos feitos filhos de Deus. Isso significa mais que um privilégio, que prerrogativa. Envolve uma forte ação de remover os obstáculos. Temos nessas afirmações a certeza de que ninguém nasce cristão, por ser filho de cristãos, ou pode ser representado por alguém para se tornar cristão. Enfatizamos, aqui: essa é uma experiência através da qual o indivíduo vem a ser ou converte-se em filho de Deus.





“Se alguém até em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo...” (2ª Coríntios 5.17). Nova criatura em Cristo, quer dizer “filho de Deus”. Filho legítimo, porque Jesus dá segurança, dá legitimidade a essa filiação.



Caro leitor, por mais que falemos de Deus, do Evangelho, de Jesus Cristo, se você ainda não viveu a experiência de crer, não pode realmente entender com clareza o que dizemos. Se o amigo deseja chegar a esse entendimento, peça a Deus que lhe faça ver com os olhos da fé todas essas afirmações bíblicas e o Espírito Santo lhe mostrará com clareza, aquilo que os olhos, o entendimento e a inteligência puramente humanos não são capazes de alcançar.



O Senhor derrame suas bênçãos sobre sua vida e lhe dê paz.

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2019 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia