BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Família
Vida a Dois
Pr. Eli Fernandes
20.05.2011

A vida a dois, no casamento, revela muito da genialidade divina em nós. Somos seres singulares. Cada uma de nossas características é marcante, compondo esse ser único, exclusivo, completo: o ser humano.



Nesse sentido, a felicidade da vida a dois não pode ser entendida como “duas metades que finalmente se encontram”, mas, dois inteiros que podem se completar. Nada há que Deus tenha feito pela metade. E porque somos inteiros, completos, o segredo da vida a dois está em aceitar e conviver com as características do outro, diferentes daquelas encontradas em nós mesmos. Foi Deus quem nos fez assim! Se, no casamento, tento anular o outro ou igualá-lo a mim, perco o privilégio de cumprir o meu papel para que "ambos sejam uma só carne". Quando firo meu cônjuge, atiro pedra em mim mesmo, pois nos propusemos a ser um.



O reconhecimento amadurecido, na caminhada a dois, de que somos completamente diferentes um do outro, constitui-se num passo decisivo à felicidade recíproca, além de valorizar o fato de sermos, um com o outro, "uma só carne", o que só é possível quando existe amor. Só o amor faz com que baixemos a guarda, vençamos nossas resistências, deixemos as intolerâncias, o radicalismo, na direção do equilíbrio e da harmonia na vida conjugal. Como? O coração que ama busca em Deus esse padrão. A unidade do casal está na capacidade de valorizar a riqueza dos contrastes, e não na inaceitação destrutiva das diferenças. Jesus disse que uma casa dividida não subsiste. Assim devemos nos comportar, porque somos diferentes e não divergentes.



Portanto, estou cada dia mais convicto de que a vida a dois é uma arte. É como pintar uma tela com dois pincéis. É ter dois ângulos de visão convergentes. É abrir mão das intransigências naturais para viver a renúncia pelo outro, a rendição a favor do outro. Amor que é amor não possui, libera; não encarcera, expande; não abandona, aquece; não domina, liberta. Casamento não é luta por poder, não é quebra-de-braço para se ter um vencedor. Antes, sem que haja invasão, um tem a chave do coração do outro, um aprende com o outro, um se aperfeiçoa no outro. A pintura só se completa com esses dois pincéis.



Esse é o plano de Deus para o casal: dois seres diferentes e inteiros que se encontram em amor, com todas as condições de ser felizes, semeando respeito, superando as diferenças, promovendo a paz, fazendo do lar um pedacinho do céu.



Façamos deste Mês da Família uma oportunidade para dizer: Muito obrigado, Senhor, por ter-nos feito diferentes e ainda assim capazes de conciliarmos as diferenças e nos relacionar em plenitude de estima e alegria. Amém!

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2018 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia