BUSCA DE MINISTÉRIOS
ÁREA DE MEMBROS

Quer ser membro da LIBER? Clique aqui

Facebook Twitter App da LIBER para Google Play
ARTIGOS
Nossa Igreja - Centenário
EBEN-ÉZER - Até aqui nos ajudou o Senhor!
Pr. Eli Fernandes
04.01.2010

Último dia do ano é bom momento para um balanço pessoal e para o fechamento de contas do ano do Centenário da Igreja Batista da Liberdade. Os gregos diziam que “o tempo é como navegar por um rio que atravessamos a nado, dando braçada após braçada”.



2009 é passado e, portanto, está fora de nosso controle. Não podemos mais alterá-lo. O que planejamos e pudemos realizar para abençoar esta igreja de Jesus, comemorando seus 100 anos de existência, já está feito. Mas, podemos olhar para 2009 como quem contempla uma paisagem, destacando as alegrias ou tristezas, segundo os resultados da LIBER e a realização pessoal de cada membro da Igreja.



Hoje, o último dia do ano, é nosso presente, é nossa realidade, seja para confirmar posicionamentos, fazendo ajustes, seja para promover correções, superandoas ou iniciando novos caminhos.



Mas, e 2010? E o futuro? Ele é nosso sonho... Alguém já disse que “ao homem, a única coisa certa do amanhã é a incerteza do amanhã”. O futuro é uma grande incógnita, uma interrogação, que ninguém pode decifrar. Deus proíbe adivinhações! Conquanto não exista janela alguma, ou bola de cristal, que nos diga muito ou pouco sobre o dia de amanhã, há seguramente uma verdade eterna onde repousar nossa confiança e que nos faz viver seguros e esperançosos. É a respeito dessa verdade que escrevo hoje, nesses últimos instantes do último dia de 2009.



A passagem bíblica que nos inspira é um clamor do velho Samuel a um Israel cheio de práticas estranhas, para que servisse só ao Senhor e se congregasse com ele para orar. O povo lançou fora os baalins e astarotes e se arrependeu. Seus inimigos filisteus atacaram, aproveitando o momento, tencionando destruí-lo por completo. E, numa batalha memorável, quando Deus trovejou com grande estrondo contra os filisteus, Israel obteve uma grande vitória, que foi celebrada levantado- se um monumento de pedra, ao qual Samuel chamou EBENÉZER! , até aqui nos ajudou o Senhor (I Sam.7.12).



Mas, como sabemos, “nem tudo o que reluz é ouro”. A chave da passagem bíblica está na última parte do verso 2 do cap. 7, que diz: “então toda a casa de Israel suspirou pelo Senhor”.



O que acontecia? Israel se reconhecia um povo vencido, longe de Deus. Não tinha posições claras, definidas e, pior, não alcançava seus objetivos amilitares, sociais e espirituais. Samuel se reuniu com o povo em Mizpá, reduto montanhoso, para firmar, de uma vez por todas, quem era o Deus a quem serviam e que os havia tirado do Egito. Deviam voltar para o Senhor.



Em todos os tempos houve homens de Deus servindo a dois senhores. É necessário que nos definamos, sabendo a quem servimos, que identidade é a nossa, de que lado estamos.



O pecado tem assaltado nossos redutos, promovendo frieza e indiferença, como se o inimigo houvesse conquistado posições outrora nossas, numa avalanche descontrolada. Faz-se imperioso saber qual é a nossa posição, porque vai crescendo por aí um cristianismo anônimo, nicodemiano, inaceitável, porque debilita, nos enfraquece.



Israel buscou sua identidade própria, afastou-se de deuses estranhos e, como consequência, a reunião em Mizpá foi um sucesso. Ali houve orações, confissões e decisões novas. Tiraram água, símbolo de gozo e refrigério espiritual e a derramaram diante de Deus. Jejuaram naquele dia, como símbolo de humilhação e confissão de pecados. Era o que o povo necessitava fazer. Confirmar sua identidade, sentir-se um povo guiado por Deus. Agora sabiam e assumiam quem eram e a quem serviam. Que grande reunião e quão proveitosa! Surgiu um povo vitorioso e cheio de poder.



EBEN-ÉZER é a pedra que todos os que confiam no Senhor, e já experimentaram a força e a ajuda do Senhor, devem levantar em seus corações na noite de hoje, último dia do ano de 2009.



EBEN-ÉZER fala-nos da intervenção de Deus, ontem; da presença dEle hoje, “até aqui...” e, como monumento estabelecido, firmado em Deus, assegura-nos um amanhã de paz e vitória, porque em Deus não há mutações quaisquer. Não há sazonalidade no seu amor, mas há misericórdia, poder e ação! Fortaleceu nossos pais? Fortalece-nos também em nossas angústias e lutas. O conforto e segurança do crente repousam no fato de que Deus não muda, Ele é eterno, seu amor não decresce (Jr. 31:3).



Portanto, EBEN-ÉZER está proclamando que assim como Deus agiu ontem, age hoje, agirá amanhã. Porque assim nos promete a Sua Palavra, “Ele permanece para sempre” (Is 40. 8).



Que acontecerá amanhã? Que sucederá ao longo do ano que está às portas? Não sabemos. O que sabemos é que o Deus Eterno que a Bíblia nos revela, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, e por Ele nosso Pai, nos ajudará e agirá, como no passado. Como Ele fará, não sabemos. Nossa confiança e segurança estão em que “em tuas mãos estão os tempos. Tu és meu Deus, em ti confio” (Sl. 31:14, 15). Frente a um ano que chega, e do qual nada sabemos o que nos está reservado, estão a segurança e a confiança daquele que tem depositado sua fé no Deus de amor, que enviou seu Filho para nossa redenção eterna. Nessa confiança, podemos exclamar: EBEN-ÉZER! Até aqui nos ajudou o Senhor! Estejamos certo de Ele continuará nos ajudando por todos os nossos dias. Encaremos o futuro com serenidade, porque “em Suas mãos estão os tempos” . Amém.



EBEN-ÉZER – Até aqui nos ajudou o Senhor!

CULTOS: Domingo às 10h45 e 18h, Segunda às 19h30 e Quarta e às 19h. Consulte a Programação Completa
Endereço: Rua Santo Amaro, 412 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3293-2400

© 2013-2019 Igreja Batista da Liberdade. Todos os direitos reservados.
L2 Midia